Meditação, a Liberdade Silenciosa. Da mindfulness ao despertar da consciência

Categoria:
Compartilhar

“Este é um livro sobre a meditação, sobre todas as suas potencialidades e ambiguidades, sobretudo neste momento histórico e civilizacional em que a cultura ocidental redescobre, vinda do Oriente, sobretudo budista, uma prática que esteve nas suas raízes e depois esqueceu. Após O Coração da Vida. Visão, meditação, transformação integral, que é essencialmente um guia prático de meditação, desenvolvemos aqui a reflexão aí esboçada sobre a natureza e sentido profundos da experiência meditativa e contemplativa, num momento em que começa a tornar-se um fenómeno mainstream, mas também, e por isso mesmo, a ser instrumentalizada e mercantilizada pela cultura dominante (…)”

Índice

Introdução

I. A meditação entre Oriente e Ocidente ou a actual e oportuna redescoberta de uma antiga prática

1. A contemporânea redescoberta da meditação no Ocidente

2. A meditação na Antiguidade greco-latina

3. A meditação no cristianismo. Meditação, filosofia e espiritualidade

4. A meditação no budismo

5. A contemporânea ânsia de espiritualidade, a insuficiência da New Age e da mindfulness e a urgência de redescobrir a experiência meditativa profunda

II. No olho do furacão. Meditação, contemplação e mutação do paradigma de consciência e de civilização

1. Do projecto moderno de dominar o mundo à sociedade da aceleração e do cansaço

2. Reorientar a vida activa para a vida contemplativa. Maravilhamento, meditação e despertar da ficção de separação entre si e o mundo

3. A superabundância do real e a pobreza do pensamento conceptual. Da mente que mente e do pensar que pesa à mente que medita e ao pensar que cuida. Da melancolia intelectual à consciência aberta. Ser, sentar, meditar

4. O Cavalo de Tróia da mindfulness e a Revolução Silenciosa da meditação

III. A meditação numa encruzilhada. As ambiguidades da mindfulness e o pleno despertar da consciência

1. Origem, virtualidades e ambiguidades da mindfulness: meio hábil compassivo ou nova mercadoria ao serviço do egocentrismo dominante?

2. A mindfulness no seu contexto original: a via do Buda ou do Despertar. Da atenção plena à consciência desperta

3. Oportunidade e exigências de um relançamento da meditação numa via espiritual secular e não confessional

IV. O CORAÇÃO DA VIDA. Uma Via de Consciência, Bondade e Sabedoria (reflexões e práticas meditativas)

Críticas

Ainda não existem críticas

Seja o primeiro a avaliar “Meditação, a Liberdade Silenciosa. Da mindfulness ao despertar da consciência”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *